rs_slogan
rs_boletim2
rs_compartilhe

Doutrina

Medidas Governamentais de Apoio ao Empresário


Autor:
BRITO, Marcos Francisco da Silva

Os tempos estão difíceis, mas existe apoio governamental ao empresário qualificado para recebê-lo. Sabemos que o governo precisa manter a economia e que, nessas horas, o empresário é o seu salvador. Portanto, nesta hora o empresário deve estar preparado para "colher os benefícios que seus tributos plantaram".

Para os aptos a alcançar as instâncias governamentais, há diversas medidas para manutenção e, quem sabe, expansão de negócios. Vejamos apenas alguns exemplos:

1. Existe um conjunto de medidas de crédito do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para apoio aos negócios;

2. Linha de crédito do Governo Federal para pagamento da folha salarial (R$ 40 bilhões);

3. O Proger Urbano Capital de Giro busca promover a geração de renda por meio de linhas de crédito com verbas do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT);

4. Facilitação do crédito do Programa Nacional de Microcrédito Produtivo Orientado (PNMPO);

5. Prorrogação do pagamento dos tributos federais do Simples Nacional;

6. Renegociação de dívidas com a Fazenda Nacional;

7. Cinco bilhões de reais em recursos do FAT para expansão de crédito à produção;

8. Crédito BNDES para fintechs.

De fato, só há uma solução para o enfrentamento da enorme crise econômica que ameaça o Brasil: a aposta no setor produtivo e comercial. Nunca antes as portas estiveram tão abertas ao empresário e o Governo tão ansioso para conversar em termos iguais.

Resta ao empresário fazer o que de melhor sabe fazer: lidar com os momentos de crise e convertê-los em oportunidades transformadoras por meio de seus esforços, e com a ajuda de uma assessoria competente, que, sem dúvidas, será o elo entre público e privado, garantindo a correção do processo e seu resultado positivo.

Produtos Online


Esqueci minha senha

b_teste_gratis
pixel