rs_slogan
rs_boletim2
rs_compartilhe

Serviços Gratuitos

Dicionários


GENITORES

S.m.Aqueles que geram, os pais.

Autor: www.delreyonline.com.br

GENOCÍDIO

S.m. "Crime contra a humanidade, que consiste em, com o intuito de destruir, total ou parcialmente, um grupo nacional, étnico, racial ou religioso, cometer contra ele qualquer dos atos seguintes: matar membros seus; causar-lhes grave lesão à integridade física ou mental; submeter o grupo a condições de vida capazes de destruir fisicamente, no todo ou em parte; adotar medidas que visem a evitar nascimento no seio do grupo; realizaratransferênciaforçadadecriançasdum grupo para o outro" (FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Novo dicionário Aurélio da língua portuguesa. 3. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1999).

Autor: www.delreyonline.com.br

GENOCÍDIO

É o extermínio em massa por motivos étnicos ou religiosos. Lei nº 2.889/1956. Ver Crimes Hediondos.

Autor: www.ebah.com.br

GENÓTIPO

S.m. Tipo que caracteriza os indivíduos de um grupo; tipo dos indivíduos que têm mesmo aspecto e constituição genética.

Autor: www.delreyonline.com.br

GENUS COMMUNE

Gênero comum.

GERENTE

Adj. 2g. Que gere ou administra os bens ou negócios.

Autor: www.delreyonline.com.br

GERENTE

É aquele que tem a função de administrar um negócio em nome do proprietário. Quando o gerente é um sócio da empresa, ele recebe o nome de sócio-gerente (CPC: art. 215, § 1º).

Autor: www.ebah.com.br

GESTAÇÃO

(Lat. gestatione.) S.f. Período de nove meses do desenvolvimento do embrião no útero; processo que se inicia na fecundação e termina no nascimento (CLT, arts. 1.331 a 1.345).

Autor: www.delreyonline.com.br

GESTAÇÃO

Período de 9 meses, tendo início na concepção e término no nascimento, em que se dá o desenvolvimento do embrião. Não constitui motivo de demissão ou de rescisão do contrato de trabalho da mulher. (CLT: arts. 391 a 400).

Autor: www.ebah.com.br

GESTÃO DE NEGÓCIOS

Ato de gerenciar negócio de terceiro, de modo próprio, sem que para isso haja autorização do proprietário (CC, art. 1.331 a 1.345).

Autor: www.delreyonline.com.br

GESTÃO DE NEGÓCIOS

É o ato de gerir, comandar negócio de terceiro, espontaneamente, sem que para isso seja dada autorização deste (CC: arts. 861 a 875).

Autor: www.ebah.com.br

GESTOR DE NEGÓCIOS

O mesmo que gerente, administrador.

Autor: www.delreyonline.com.br

GLEBA

S.f. Terreno próprio para cultura; terreno rural; leiva, torrão.

Autor: www.delreyonline.com.br

GLEBA

Parte de um terreno próprio para cultura.

Autor: www.ebah.com.br

GLOSADOR

S.m. Aquele que glosa; comentador, crítico. Comentário: Antigamente, eram gramáticos e juristas italianos que comentavam textos legais por meio de glosas; a partir do século XVI, eles fizeram anotações no Corpus Juris Civilis, o que possibilitou a aplicação do Direito romano no mundo medieval.

Autor: www.delreyonline.com.br

GLOSADOR

O que interpreta, comenta a lei. Eram chamados glosadores os gramáticos e juristas italianos que, a partir do século XVI, fizeram anotações no Corpus Iuris Civilis, possibilitando a aplicação do Dir. Romano no mundo medieval.

Autor: www.ebah.com.br

GLOSAR

Deixar de apurar quantia devida, excluindo-a da soma total, por ser ilegal ou indevida.

GLOSAR

V.t.d. Comentar, anotar, explicar, censurar, criticar, interpretar uma lei; suprimir ou anular parte de conta ou de orçamento.

Autor: www.delreyonline.com.br

GLOSSÁRIO

(Lat. glossariu.) S.m. Vocabulário; livro em que se explicam palavras de significação obscura; elucidário; dicionário de termos técnicos, científicos, poéticos; vocabulário que figura como apêndice de uma obra, principalmente para elucidar palavras e expressões regionais, ou pouco usadas; léxico de um autor, que figura, em geral, como apêndice a uma edição crítica.

Autor: www.delreyonline.com.br

GNOSE

(Gr. gnôsis.) S.f. Sabedoria, conhecimento.

Autor: www.delreyonline.com.br

GOLPE DE ESTADO

Subversão da ordem constitucional geralmente através de força armada, implantando sem processo eletivo, como conseqüência, a ditadura.

Autor: www.delreyonline.com.br

GOLPE DE ESTADO

Manobra feita para se mudar o governo através de métodos inconstitucionais, sem processo eletivo, implantando, como conseqüência, a ditadura.

Autor: www.ebah.com.br

GORJETA

S.f. Pequena importância em dinheiro, que por livre e espontânea vontade o cliente dá ao empregado às vistas do empregador ou fora, que, conforme o caso específico, são incorporadas ao salário do empregado (CLT, art. 457).

Autor: www.delreyonline.com.br

GORJETA

Gratificação dada por liberalidade do cliente ao empregado, no próprio estabelecimento do empregador. As gorjetas integram, juntamente com o salário, a remuneração do empregado (CLT: art. 457).

Autor: www.ebah.com.br

GOVERNO

S.m. Administração, gestão; direção; conjunto de órgãos da administração do Estado; modalidades: Absoluto - centralizado em uma pessoa, sem interferências e sem limitações; Colegiado - governo executivo exercido por um gabinete ministerial; Constitucional - que é eleito com sufrágio universal (pelo povo) e governa de conformidade com a Constituição; Provisório - de caráter temporário, geralmente quando há vacância no poder, por motivos diversos; Representativo - quando o povo delega poderes a uma determinada pessoa, exercendo, esta, o mandato governamental; Totalitário - exercido através da força, em que os interesses do Estado sobrepujam os individuais.

Autor: www.delreyonline.com.br

GOVERNO

Conjunto de órgãos e funções que tem como objetivo a administração do Estado, na forma estabelecida em sua constituição. O Governo pode ser: I - absoluto, quando o chefe de Estado exerce-o sozinho, sem limitações; II - provisório, quando tem caráter temporário; III - constitucional, aquele que está sob a égide de uma constituição; IV - representativo, quando o povo delega poderes a uma pessoa que exercerá o mandato governamental; V - totalitário, aquele exercido pela força, dando maior importância aos interesses estatais sobre os individuais.

Autor: www.ebah.com.br

GRAÇA

(Lat. gratia.) S.f. Clemência concedida pelo poder público (no Brasil, pelo Executivo), favorecendo pessoalmente um condenado que tenha cometido crime comum, ou contravenção, perdoando-lhe em sentido amplo e extinguindo-lhe a penalização, comutando-a ou reduzindo-a.

Autor: www.delreyonline.com.br

GRAÇA

Forma de extinção da punibilidade determinada por outro poder que não o judiciário. A graça é individualizada para cada beneficiário. Esta não se confunde com o indulto, porque este pode ser coletivo (CP: art. 107, II).

Autor: www.ebah.com.br

GRADAÇÃO DA PENA

Variação de pena, considerados os antecedentes e personalidade do condenado, a extensão do dolo ou grau de culpa, motivos crime e circunstâncias em que se deu, os quais orientam o juiz na fixação da pena.

Autor: www.delreyonline.com.br

GRADAÇÃO DA PENA

É a aplicação da pena pelo juiz, levando-se em conta os antecedentes e a personalidade do agente, a intensidade do dolo ou da culpa, as circunstâncias em que ocorreu o crime e suas conseqüências (CP: art. 59).

Autor: www.ebah.com.br


Navegação por Página:
Produtos Online


Esqueci minha senha

b_teste_gratis
pixel